Share Facebook Share Twitter
museus e património cultural da área metropolitana do porto

Pin - Área Metropolitana do Porto

É neste museu que estão as “Siglas Poveiras” que conquistaram, em 1980, o Prémio Internacional do European Museum of the Year Award. Esta é, no entanto, apenas uma pequena parte de um espólio que representa a memória e as tradições dos pescadores e agricultores poveiros. Como? Colocando-nos frente a frente com cenas do quotidiano da vida poveira, a faina, os modelos de barcos de pesca e salva-vidas, as religiosidade e crenças e os retratos de heróis salva-vidas e pescadores poveiros como o Cego do Maio. Quem foi? Está na hora de visitar o museu. Está instalado num edifício brasonado, da segunda metade do século XVIII. Também conhecido por “Solar dos Carneiros”, o edifício sofreu, ao longo dos anos, várias alterações.
Aproveitando a primeira Exposição Regional de Pesca Marítima, realizada no Casino da Póvoa de Varzim, com as peças já recolhidas e outras, das mais diversas proveniências, o etnógrafo poveiro, originário da classe piscatória, António dos Santos Graça (1882 - 1956) fundou, em 1937, este museu municipal. Durante o seu percurso de vida, o espólio foi-se robustecendo, com o acolhimento de várias coleções que se encontravam na posse da Câmara Municipal como: a coleção de faianças (dos séculos XVI a XIX) e de mobília adquirida às herdeiras de Rocha Peixoto (etnógrafo, arqueólogo e fundador da Revista «Portugália»); o acervo do Museu fundado por Rocha Peixoto no “Club Naval Povoense”, em 1907; as coleções de Arqueologia e História do “Museu do Padre Brenha” e do “Museu regional”; as inscrições romanas de Beiriz; peças recolhidas aquando da demolição da primitiva igreja Matriz [1916 – 1918] e cedidas pela Santa Casa da Misericórdia, etc. Durante as diversas fases o museu foi sendo ocupado por exposições temporárias que abordaram os mais diversos aspetos da História e Etnografia da comunidade poveira ao longo dos tempos. A réplica em tamanho natural da Lancha Poveira do Alto, que tem realizado diversas viagens em Portugal, Espanha e França, é significativa do carácter vivo do Museu.
A abertura do Núcleo de Arqueologia revelou o resultado dos trabalhos realizados em estações arqueológicas concelhias de que se destacam os achados em: Beiriz; na Cividade de Terroso; Vila Mendo (Estela) e Rates.



+ INFO

INFORMAÇÃO GERAL

FREGUESIA
Póvoa de Varzim

PREÇO
1,00€

SERVIÇOS COMPLEMENTARES
Espaço polivalente com capacidade de 200 pessoas / Exposição e venda de artigos artesanais

ACESSO MOBILIDADE REDUZIDA
Bom

HORÁRIOS

ABERTURA AO PÚBLICO
Terça a domingo: 9:30-12:30 e 14:30-17:30

VISITAS GUIADAS
Mediante marcação prévia.

Para obter o seu roteiro no mapa, indique a sua posição clicando na seta à esquerda e de seguida seleccione o meio de transporte que deseja utilizar
Rua do Visconde de Azevedo 17, 4490-589 Póvoa de Varzim • (+351) 252090002, (+351) 252298500 (Câmara Municipal da Póvoa de Varzim)
museu@cmp.varzim.pthttp://www.cm-pvarzim.pt/Ver arquivo Museus de Portugal
Gps 41.38068888 , -8.75805616
adicionar ao roteiro
x

#{text}